O Histórico

 

Em agosto de 2008 a Sala Crisantempo abriu espaço para a criação do primeiro Cineclube da cidade de São Paulo dedicado à reflexão e difusão da consciência socioambiental, o Cineclube Socioambiental Crisantempo. Essa iniciativa busca, através do cinema e vídeo, ampliar espaços de discussão sobre mudanças de hábitos para a otimização da relação humana com os bens naturais do Planeta.

A cidade de São Paulo possui opções variadas de atividades culturais que envolvem cinema e vídeo como entretenimento, mas são poucos os lugares dedicados a circular filmes que possuem informações ligadas às práticas políticas, aos valores humanos e à consciência ambiental. Foi neste espírito de militância e entusiasmo da equipe do cine-clube que nasceu a idéia de realizar atividades que envolvessem jovens, curiosos, estudiosos, ambientalistas e o público em geral interessado em ter acesso ao espaço de um bom cinema com um propósito diferenciado.

Naquele mesmo ano, com a parceria do Instituto 5 Elementos e do Greenpeace e com o apoio de diversas instituições e ONGS ligadas à prática e desenvolvimento socioambiental, o Cineclube trouxe para São Paulo pela primeira vez a Mostra Itinerante do FICA – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental da cidade histórica de Góias Velho, GO. O festival reúne todos os anos obras em vídeo e película pautadas pela temática de defesa da qualidade de vida na Terra, além de oficinas dedicadas a prática cinematográfica ambiental, estimulando a troca de idéias e a cultura como um todo.

O Festival reuniu cerca de 700 pessoas em 3 dias. O público assistiu a filmes dos quatro cantos do mundo e aproveitou para conhecer a proposta do Cineclube Socioambiental Crisantempo que, na sequência, estreou sua programação com exibições semanais e conversas entre especialistas convidados para discutir os temas dos filmes. O público interessado, a equipe do Cineclube e parceiros, juntos, conseguiram reunir um mini-acervo com filmes, curtas e videos da internet que integraram a programação do ano de 2009.

Entre abril e junho de 2009 o Cineclube exibiu vários documentários que discutiram a produção de soja, a bioenergia, os mudanças no clima, a produção de lixo nas grandes cidades, o poder da água, o amianto que mata, a importância do equilíbrio nos oceanos, a agricultura biodinâmica na India e o caso da irmã Dorothy, missionária assassinada no Pará.

No 2o. semestre a equipe viabilizou novamente a vinda do FICA. Assim, em agosto, o Cineclube recebeu a 2a. Mostra FICA-SP com os filmes vencedores do XI Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental de Góias.

Dando continuidade à programação, sempre enriquecida por palestras e conversas mensais com especialistas, a equipe passou ainda a realizar traduções e legendagens de filmes estrangeiros e de videos veiculados na internet.

A equipe do Cineclube se orgulha de ter criado um novo território integrado por militantes e pessoas interessadas nas questões e ações decisivas no universo sociambiental. A idéia é cada vez mais buscar títulos de filmes e videos de produção nacional e internacional que não estão acessíveis ou divulgados e que são, muitas vezes, rejeitados pelas grandes salas de cinema.

A difusão de uma visão de mundo pautada na consciência socioambiental e a ampliação dos espaços de discussão motivam o Cineclube Socioambiental Crisantempo a convidar a todos para compartilhar as próximas exibições ao longo de 2012.